E d u c A ç ã o

20/06/2009

MANIFESTO EM DEFESA DA EDUCAÇÃO E DOS PROFESSORES

Filed under: Ética,Cidadania,Educação,Manifesto — jspimenta @ 19:54

greve

A educação é um patrimônio da Nação. Ela não é bandeira
de grupos, partidos ou governantes, mas instrumento para o desenvolvimento econômico, social e cultural do País. A educação pública de qualidade pode abrir as portas do futuro para milhões de brasileiros.

O professor representa a alma e o motor do processo educativo. Entretanto, ele está submetido a intensas pressões e trabalha em condições muito adversas, que não correspondem à importância de seu papel social nem às necessidades objetivas e subjetivas de um ensino de qualidade.
No Estado de São Paulo esta situação é bastante acentuada,
sobretudo se considerarmos que se trata do maior
Estado da Federação que, no entanto, oferece apenas o
décimo salário entre todos os estados do País. Ao mesmo
tempo, sucessivos governos estaduais vêm fomentando entre
os professores uma descabida competitividade, através de
políticas como a de bônus, que supostamente premia os
“melhores”, mas que, na verdade, objetivamente pune os
professores.

Não é possível aplicar na escola pública métodos e procedimentos
típicos da gestão de uma empresa privada. A educação
é uma relação dialógica entre seres humanos; ela não
produz matéria, mas forma cidadãos. Assim, conceitos como
“eficiência” e “produtividade” são critérios inadequados de
aferição da qualidade da educação. Antes, ela deve ser medida
pela sua capacidade de contribuir para alterar destinos
e para transformar a realidade em que vivemos.

Por estas razões, não podemos concordar com a postura
que vem sendo adotada pelas autoridades educacionais
da estrutura da Secretaria Estadual da Educação, as
quais buscam responsabilizar os professores pelas deficiências
decorrentes da ausência de políticas educacionais
efetivas no âmbito da rede estadual de ensino.

Ao invés de políticas de valorização profissional, gratificações
e bônus que aviltam o salário e prejudicam os professores
a médio, longo prazos. Ao invés de formação continuada
em serviço, “treinamentos” e “provinhas”, cujo propósito
é manter muitos milhares de professores na insustentável
condição de “temporários”. Ao invés do reconhecimento
que corresponda ao insubstituível papel desta categoria
na nossa sociedade, tentativas constantes de
desqualificação, que minam a auto-estima de toda uma
geração de mestres que se dedicam à tarefa de ensinar
mesmo em condições de violência, condições estruturais
sofríveis e, sobretudo, uma total ausência de diálogo e de
liberdade para participar da construção dos projetos político-
pedagógicos das unidades escolares.

Por todas estas razões, e tantas outras que aqui poderíamos
expor, é que nós, que subscrevemos este manifesto,
vimos a público nos solidarizar com os professores da rede
estadual de ensino de São Paulo neste momento em que
sofrem tantos ataques por parte do Poder Público. Nossa
solidariedade nada tem a ver com aquela concessão que
os supostamente mais fortes fazem aos mais fracos; ela
significa compromisso em torno de uma causa que nos
une a todos, que temos em perspectiva uma Nação mais
próspera e mais justa, onde todos os brasileiros sejam cidadãos
plenos de direitos.

São Paulo, junho de 2009.

Quem desejar subscrever o manifesto informar
NOME, PROFISSÃO, INSTITUIÇÃO

e enviar para o seguinte e-mail:
edsonrn@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: